De vinho, ele entende

Em uma minivinícola no norte do Chile, o enólogo Marcelo Retamal engarrafa seu talento na produção de vinhos em cinco rótulos exclusivos que conquistaram os críticos mais renomados do mundo. Saiba como essas bebidas são produzidas e o que o sommelier pensa sobre o consumo delas no Brasil

Por Joana Mortari | Fotos  Zoro Seixas

Uma das mais bem pontuadas vinícolas do globo, a De Martino conta com o talento do enólogo Marcelo Retamal para desenvolver vinhos com características únicas. Aliás, os métodos de trabalho do profissional ganharam outras formas a partir de 2011, quando cinco rótulos passaram a ser produzidos de forma exclusiva no Valle de Elqui, na minivinícola Alcohuaz, localizada no extremo norte do Chile – no meio do deserto, em montanhas que ultrapassam os 1.700m de altura. “Produzimos apenas 30 mil garrafas, distribuídas entre esses cinco rótulos. Ou seja, em menos de três contêineres, cabe todo o trabalho de uma safra”, conta Marcelo. O também sommelier não tem medo de revelar os segredos dos vinhos que produz, começando pelo tipo de envelhecimento da bebida, feito em “ovos de concreto”. “Hoje, essa técnica ficou bem conhecida, mas o Retamal já trabalhava com ela há anos.

Inclusive, esse procedimento foi uma das características que o fizeram ficar famoso, pois seus vinhos saem totalmente da curva e conquistam os paladares mais apurados”, revela Sérgio Musolino, proprietário da Decanter Ribeirão Preto, responsável por trazer o enólogo para palestrar em uma degustação VIP oferecida em novembro.

Para Retamal, boa parte dos vinhos consumidos no Brasil acabam sendo “maquiados” por meio de alguns procedimentos, químicos e de colheita, que interferem diretamente na acidez e, consequentemente, no sabor. “Notamos a colheita das uvas sendo realizadas um mês depois que elas já estarão em condições de serem retiradas das videiras. Como elas estão bem maduras, acabam ficando

mais doces e sem muita acidez, o que torna o vinho encorpado, com muito álcool. Resumindo, um vinho mais pesado de se beber. Para corrigir essa acidez, muitas vezes, as produtoras acrescentam ácidos de forma química, o que interfere diretamente no sabor da uva”, explica Marcelo.

Outra influência no resultado do vinho pode acontecer por meio da incorporação artificial do carvalho direto na bebida. “Deixar o vinho envelhecer em barricas de carvalho não é um processo feito para dar sabor, isso é secundário! Ele serve mesmo para oxidar, para polir o vinho. Quando acrescentamos o teor de carvalho, isso deixa de ser natural. Por isso falo de ‘maquiagem’, pois você acaba consumindo e pagando por algo que pode parecer ter sido feito de uma forma, mas não foi”, pontua o enólogo.

Para desenvolver algo totalmente novo na produção de seus rótulos, Marcelo fugiu do habitual, voltando a hábitos de produção milenares, por exemplo ao modo dos romanos, utilizando piscinas de rocha, onde as uvas são colocadas e amassadas com os pés. “Nossas uvas são plantadas em altitudes entre 1.700m e 2.200m e, com isso, recebem mais radiação solar. Lembrando que não estamos falando de calor, mas da interferência da luz diretamente no fruto, que nasce com menos suco e uma casca mais grossa, da qual sairá todo o sabor e o aroma do vinho”, ressalta.

Os tonéis que guardam esses vinhos têm um tamanho 11 vezes maior que os comuns, o que permite que o vinho não pegue tanto o sabor de onde está guardado. “Meus vinhos representam a região em que são cultivados, sua cultura e vivência. É nisso que acredito e, por carregarem essa essência, acabam sendo tão reconhecidos”, afirma.

Para o proprietário da Decanter, a oportunidade de trazer uma personalidade desse universo, tão reconhecida pelas maiores publicações do segmento de vinhos, e que está entre os 30 melhores enólogos do mundo, é um presente aos brasileiros. “A Decanter sempre busca esse diferencial de estar um passo à frente. O Marcelo é uma fonte de conhecimento muito rica e poder passar isso aos empresários do ramo é de extrema importância”, finaliza Sérgio.

Decanter Ribeirão Preto
Rua Galileu Galilei, 1.700
Jardim Canadá – Ribeirão Preto/SP

Leave a Reply

Your email address will not be published.